{Look do Dia} Pink!

Leia mais

Sobre os ciclos da vida

Leia mais

Mix de Coisas Viaja: Tiradentes

Leia mais

29 de jul de 2013

Spring Breakers forever!

O post abaixo não contém spoilers!

Sabe aquele tipo de coisa que ou você ama ou odeia? Então, Spring Breakers está nessa categoria. E quando eu li isso, eu achei que não existia outro lugar pra mim que não fosse a segunda opção. Tinha visto muita gente falando mal, criticando as atuações, o roteiro... enfim, falando que o filme era um lixo mesmo. Como é meu dever, fui assistir só pra ver qual era e ter crédito pra falar mal com propriedade depois. Claro que eu paguei língua, aliás, quando eu não pago língua? Sou campeã mundial nesse esporte tão maravilhoso e humilhante, e nunca me acostumo. Anyway...


Não tinha visto o trailer pra não perder a graça. Estava esperando quatro amigas e um jeans viajante louquinhas na praia curtindo todas e aprontando altas confusões, até por causa do elenco, que incluía as Disney's Girls Selena Gomez, Vanessa Hudgens e uma das protagonistas do seriado teen Pretty Little Liars, Ashley Benson. Não que essa curtição não aconteça, mas a abordagem é bem diferente. Como a única coisa que eu tinha visto do filme eram os cartazes de divulgação, eu nem tinha prestado atenção no nome do diretor, Harmony Korine, famoso por seus filmes cults. Só fiquei sabendo disso depois que já tinha visto. 

Minha primeira impressão com esse filme foi choque. A linguagem, o roteiro, as situações... não é nada do que eu tinha mente. Mas eu gostei, e gostei muito! Fiquei intrigada ao ponto de procurar entrevistas do diretor e dos atores falando sobre aquele trabalho, e o que li e ouvi me fez gostar ainda mais do filme. Abusando de uma fotografia maravilhosa, sonoplastia e edição ousadas e trilha sonora eletrizante, Spring Breakers quer retratar a influência da cultura pop, dos videogames, do Youtube na juventude, mas faz isso de maneira drástica, caricata e porque não, poética (vide cena épica do personagem de James Franco cantando Everytime da Britney no piano). E o diretor foi tão genial na escolha do elenco, usando artistas tão mainstream interpretando seus personagens nessa crítica! É um filme pra ver, rever e mais que isso: compreender. Eu não duvido que ele venha ser usado em breve em salas de aula em alguma matéria de Comunicação... com certeza todas as críticas boas que recebeu não foram em vão. 

E vocês, já assistiram? O que acharam? Spring breakers forever!
Beijos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conta tudo!